TML2015: TERÇA-FEIRA PRETA E BRANCA NO RIO DE JANEIRO!

A piscina do Fluminense virou preta e branca. Preta e branca de suor. Preta e branca de emoção. Preta e branca de Corinthians! Mais uma vez, temos um dia pra ficar marcado nas páginas mais especiais da natação do nosso clube.

O show começou cedo, logo na primeira prova, com um trio corintiano ocupando os três lugares do pódio. Thiago Simon conquistou o bicampeonato do 200 peito, carimbando sua vaga para o Mundial de Kazan. Ele venceu com 2:11.79. A medalha de prata teve sabor todo especial para Andreas Mickosz, que marcou 2:11.92 e foi pela primeira vez à premiação em campeonatos absolutos. Para fechar, medalha de bronze para Felipe França (2:12.05), que pela manhã havia feito índice para Kazan na casa de 2:11. Na final A, também vale destacar boa prova de Matheus Louro Neto, 6º colocado com 2:14.98.

Pódio todo corintiano! (Foto: Satiro Sodré/SSPress)

Andreas vibrando com sua marca (Foto: Satiro Sodre/SSPress)

Na final B, mais duas marcas comemoradas pela equipe alvinegra: 2:17.12 para Felipe Ramos e 2:19.28 para João Gabriel Ribeiro. Arthur Pedroso também esteve na série (2:21.28).

Seguimos com a final feminina da prova, e Pamela Alencar voltou a ser a melhor nadadora do Brasil no 200 peito (2:30.31). Atrás de duas nadadoras argentinas, o tempo valeu medalha de bronze geral e ouro nacional para a atleta. Na final B, segunda colocação para Tatiane Sakemi (2:39.54).

Pamela campeã brasileira da prova (Foto: Satiro Sodre/SSPress)

A prova do 100 borboleta também foi de arrepiar. Tanto na eliminatória quanto na grande final, Arthur Mendes Filho foi o mais rápido, e o único abaixo do tão sonhado índice para o Mundial 2015. Os 52.33 carimbaram passaporte para a Rússia! Ainda na série mais rápida, Pedro Vieira quebrou duas vezes a barreira de 53 segundos (5º com 52.92) e Lucas Salatta foi o 7º (53.12).

A comemoração do índice para Kazan de Arthur Mendes Fo (Foto: Satiro Sodre/SSPress)

Bandeira corintiana no alto do pódio (Foto: Satiro Sodre/SSPress)

No 100 borboleta feminino, duas representantes corintianas. Bruna Rocha fez suas duas melhores marcas pessoais (59.75 e 59.80) e conquistou importantíssima medalha de prata. Natalia de Luccas fez 1:01.17 e conquistou a 6ª colocação.

Bruninha de prata no 100 borbo (Foto: Satiro Sodre/SSPress)

E na última prova do programa, tivemos o fechamento ideal para uma terça-feira memorável. No 1500 livre, Brandonn Pierry Cruz de Almeida fez uma prova equilibradíssima e chegou a suas duas maiores conquistas até hoje: o recorde brasileiro da prova e o índice para o Mundial de Kazan, que será seu primeiro na categoria absoluta. Com 15:12.20, fez a melhor marca da história por um nadador brasileiro. Conquista muito especial, pois trata-se de nadador revelado nas categorias iniciais da natação corintiana.

Primeiro recorde brasileiro, tem que comemorar! (Foto: Satiro Sodre/SSPress)

E com vaga para Kazan, não podia faltar o sorriso (Foto: Satiro Sodre/SSPress)

Ainda no 1500 livre, grandes resultados para Lucas Lima (15:55.71) e Bruce Hanson (16:06.91), ambos com melhores marcas pessoais e entre os 16 melhores do Brasil.

Valeu Corinthians! Que a energia preta e branca continue marcando presença nas águas cariocas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s